Uma semana dedicada à memória de Chico Science
13/03/2017 - 20h10 em Evento

 

Para celebrar os 51 anos do músico pernambucano Francisco de Assis França, o mangueboy Chico Science, que projetou para o mundo inteiro a música que ele fez brotar dos mangues da capital pernambucana, a Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura Cidade do Recife, realiza até a próxima sexta-feira (17) uma semana inteira de atividades. O palco da homenagem será o Memorial Chico Science, equipamento cultural da Prefeitura, localizado no Pátio de São Pedro. A programação terá como principais atrações o DJ Tiger, o irmão de Chico, Jamelão, além do amigo e também músico Gilmar Bola 8.

 

As atividades começaram hoje (13), data em que Chico completaria 51 anos, com exibição do material de audiovisual do acervo do Memorial Chico Science, que também será a atração desta terça (14). Os vídeos mostram toda a trajetória do artista, que sacudiu a cena local e nacional, por sua originalidade e criatividade, com trechos de shows e entrevistas, além de fotos.

 

Na quarta-feira (15), tem discotecagem com DJ Tiger, a partir das 15h. Ele fará uma viagem musical aterrissando nas principais influências de Chico, agitando a programação com as trilhas sonoras que faziam a cabeça do mangueboy e contribuíram para a sua formação, protagonizadas por artistas como James Brown, Afrika Bambaataa e Beastie Boys.

 

A quinta-feira (16) será dedicada às reminiscências. Numa conversa aberta com o público, Jamelão, o irmão mais velho de Chico, vai trazer histórias e lembranças sobre o caçula da família, a partir das 14h. “Eu quero levar ao conhecimento do público o Chico família, uma figura muito afetiva, detalhes e curiosidades que só quem é do nosso núcleo familiar e conviveu de perto com Chiquinho conhece”, diz Jamelão, que promete acompanhar bem de perto toda a semana de atividades.

 

Na sexta (17), a partir das 15h, Gilmar Bola 8, outro personagem importante da história de Chico, participará de rodada de conversa com o público. Ele fará um resgate de toda a trajetória do músico, desde a década de 80, quando se formou o embrião da banda Chico Science e Nação Zumbi, até o fim prematuro de sua carreira. “Chico sempre tinha essa ideia de misturar a música percussiva de Pernambuco com outras influências. Vou contar um pouco de como a gente deu início a todo esse movimento”, diz Gilmar.

 

Toda a programação é gratuita. Mais informações pelo telefone 3355- 3158.

 

Programação

Segunda e terça – Mostra de vídeo, durante todo o dia.

Quarta – DJ Tiger, a partir das 15h

Quinta – Bate papo com Jamelão, irmão de Chico Science, a partir das 14h

Sexta – Roda de conversa com Gilmar Bola 8, a partir das 15h.

 

 

Fonte: PCR

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!