Ação Social atrai população para cuidar da saúde e praticar cidadania no Sítio Trindade
20/05/2017 - 18h32 em Serviço

 

Moradores da Zona Norte do Recife aproveitaram a manhã deste sábado ensolarado para participar da Ação Social que há mais de três anos promove saúde, educação, cidadania e lazer gratuitamente no Sítio Trindade. O evento é uma realização da Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura Cidade do Recife, em parceria com as secretarias de Educação e Saúde.

 

De acordo com a gestora do Sítio Trindade, Patrícia Reis, aproximadamente 400 pessoas participaram do evento. "Faz três anos que realizamos a Ação Social. Nosso objetivo é trazer serviços para população e oportunidade aos comerciantes e artesãos do entorno, além de mostrar aos recifenses que o Sítio Trindade é um patrimônio histórico, cultural e ambiental da cidade e pertence a cada um de nós", destacou a gestora.

 

Na área de saúde, foram oferecidos exames de mamografia para mulheres entre 50 e 69 anos, vacina contra Influenza para os grupos de risco, aferição de glicose e pressão, avaliação antropométrica, orientações sobre atividades físicas e higienização de frutas e verduras e ações para prevenir as arboviroses.

 

Desde 2015 Vaneide Lopes, 58 anos, participa da Ação Social. "Hoje vim fazer a mamografia, aferir minha pressão e glicemia. Aproveito tudo", disse a aposentada, que realiza caminhadas diariamente no local e participa dos cursos gratuitos que o equipamento oferece. A doméstica Maria do Carmo, 53 anos, participou pela primeira vez da Ação. "Para mim foi maravilhoso. Fiz a mamografia de graça e não precisei faltar o trabalho".

 

Informação também foi a palavra da vez. O Ministério Público promoveu palestra sobre a violência contra a mulher. O Núcleo de Justiça Comunitária de Casa Amarela também tirou dúvidas da população sobre a mediação de conflito e problemas na área jurídica.

 

Para a Procuradora de Justiça e Coordenadora do Núcleo de Justiça Comunitária de Casa Amarela, Sineide Canuto, a informação é a melhor maneira de conscientizar as pessoas. "A mediação de conflitos é a forma de pacificar a sociedade para vivermos melhor", enfatizou.

 

A dona de casa, Yvina Batista, 34 anos, participou do encontro pela primeira vez. "Quero emagrecer, por isso vim fazer o teste e pegar as orientações do pessoal da Academia da Cidade e aproveitei para olhar as roupas do brechó."

 

Durante o encontro, moradores de todo o entorno puderam aprender sobre a importância da coleta seletiva de óleo com o programa Mundo Limpo Vida Melhor, que alertou: uma garrafa de um litro de óleo contamina 20 mil litros de água.

 

E como economizar é bom e todo mundo gosta, o evento contou com o Encontro de Brechós. Roupas, acessórios, sapatos e objetos de decoração foram vendidos a partir de R$ 5 reais. Para os adeptos à leitura, a Feira Lê, de troca de livros usados, foi um sucesso.

 

A próxima Ação Social acontece no dia 29 julho, das 9h ao meio-dia.

 

 

 

Fonte: PCR

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!