Encontro de Baques e Pré no Reggae movimentam Recife nesta quinta-feira
20/02/2019 22:45 em Carnaval 2020

 

Letras com apelos à não violência, justiça social, mais amor e compreensão no mundo, acompanhadas por um som que une influências brasileiras à tradição de mestres como Bob Marley e Gregory Isaacs. Essas são as principais características da Vibrações, principal atração do Pré no Reggae 2018, que ocorre amanhã (21,quinta), às 21h, no Cais da Alfândega, Bairro do Recife. O festival, realizado pela Groovin Produções, faz parte da programação oficial e tem o apoio da Prefeitura do Recife.

A Vibrações chegou a figurar entre as finalistas do programa Superstar da TV Globo e tem forte ligação com o público recifense. Tanto que, em 2015, revolveu gravar seu segundo DVD ao vivo, "Persevere", na edição do Pré no Reggae daquele ano. Cerca de 10 mil pessoas compareceram e vibraram com a histórica apresentação dos alagoanos.

Também já confirmaram presença as atrações pernambucanas Eric Gabinio, representante da nova geração, e a Manga Rosa - que vai apresentar tributo ao baiano Edson Gomes, um dos grandes nomes do reggae nacional.

Encontro de Baques

Amanhã (quinta) também acontece a segunda etapa do 10º encontro de Baques de Caboclinho, que vai reunir Ternos de Agremiações de Caboclinhos e Tribos de Índio. Os eventos, abertos ao público, começam às 19h. O ‘baque’, ‘terno’ ou ‘tocadores’, denominações dadas ao grupo musical, é constituído comumente de três a quatro pessoas, sempre do sexo masculino. Há grupos que utilizam três instrumentos: gaita, tarol - também conhecido como surdo ou bombo - e caracaxás – ou mineiro. No dia 27 de fevereiro, a Rua da Moeda e a Praça do Arsenal sediam o encontro de Caboclinhos e tribos de índios, que vão fazer suas evoluções para a multidão.

Encontro de Baques –21 de fevereiro - Pátio de São Pedro, às 19h.

Encontro de Caboclinhos e Índios – dia 27 de fevereiro, rua da Moeda, às 19h.

 

 

 

Fonte: PCR

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!