PCR promove ações de amamentação para celebrar o Agosto Dourado
07/08/2019 10:41 em Serviço

 

A Secretaria de Saúde (Sesau) da Prefeitura do Recife promove, até o fim deste mês, uma programação especial para celebrar o Agosto Dourado, em alusão à Semana Mundial da Amamentação. Com o tema “Empoderar mães e pais, favorecer a amamentação: hoje e para o futuro”, estão sendo realizadas mais de 100 ações em diversas unidades de saúde dos oito distritos sanitários do município. O objetivo é envolver, além das mães e dos bebês, os companheiros e outros familiares, colegas de trabalho e comunidade durante o período da amamentação.

 

As ações abordarão mitos e verdades sobre o aleitamento, esclarecerão dúvidas e oferecerão orientações sobre cuidados, melhores formas de realizar a amamentação, além de reforçar as estratégias de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno, assim como de doação de leite humano.

 

Nesta quarta-feira (7), a partir das 14h, na Policlínica e Maternidade Professor Arnaldo Marques, no Ibura, será organizado um mamaço para chamar a atenção da população sobre a importância da amamentação exclusiva nos primeiros meses para o bom desenvolvimento dos bebês. Também integra a programação uma sessão fotográfica com as lactantes e seus filhos, que acontecerá no dia 27 de agosto, às 14h, na Unidade de Saúde da Família (USF) União das Vilas, no Espinheiro, como forma de valorizar o momento dessas mulheres.

 

A DATA - A Semana Mundial de Aleitamento Materno foi lançada pela Aliança Mundial para Ação em Amamentação (Waba), em 1992, com o objetivo de dar visibilidade à amamentação. Ocorre em 120 Países e é celebrada oficialmente na primeira semana de agosto. O Agosto Dourado existe desde 2017 no calendário oficial do Recife. No ano de 2014, foi instituído o Dia Municipal do Aleitamento Materno e Doação do Leite Humano, celebrado em 1º de agosto.

 

SERVIÇOS NO RECIFE - As quatro maternidades municipais fazem coleta de leite humano, e a Maternidade Bandeira Filho (Afogados) tem Banco de Leite Humano. As outras maternidades são Barros Lima (Casa Amarela), Arnaldo Marques (Ibura) e Hospital da Mulher do Recife (Curado). Todas elas possuem o certificado Iniciativa Hospital Amigo da Criança.

 

A Bandeira Filho recebeu a certificação Ouro concedida pela Rede Global de Bancos de Leite Humano. Quem quiser doar leite humano deve entrar em contato pelo telefone (81) 3355-2235. A arrecadação de potes de vidro (com tampa rosqueável de plástico) para o Banco de Leite também funciona o ano todo.

 

ESPAÇO AMAMENTA - A Prefeitura do Recife dispõe de quatro Salas de Apoio à Mulher Trabalhadora que Amamenta nas maternidades Arnaldo Marques, Bandeira Filho e no Hospital da Mulher, além de uma sala no hall do edifício-sede da Prefeitura do Recife. Este ano, o Espaço Amamenta do edifício-sede da PCR recebeu certificado do Ministério da Saúde (MS), sendo reconhecido como espaço para promoção do aleitamento materno.

 

BENEFÍCIOS - Considerado o alimento mais completo para os primeiros meses de vida, no leite materno estão contidas todas as proteínas, vitaminas, gorduras, água e os nutrientes necessários para o desenvolvimento saudável dos bebês. O correto aleitamento materno resulta em um desenvolvimento cognitivo e fisiológico mais completo, além de nutrir o bebê de amor materno. Em relação às mães, há estudos que apontam que a amamentação previne até mesmo alguns tipos de câncer, além de contribuir para a mulher voltar ao peso de antes da gestação e para o útero voltar ao tamanho anterior.

 

Dicas para uma amamentação bem sucedida:

 

- O leite materno nunca é fraco; ele é sempre adequado para o desenvolvimento do bebê;

- Nos primeiros dias após o parto, ofereça o peito muitas vezes, mesmo que você ache que tenha pouco leite. Essa quantidade costuma ser suficiente, pois esse leite, chamado colostro, atende às necessidades do bebê; 

- Nos primeiros meses, o bebê ainda não tem horários regulares para mamar. Por isso, ofereça o peito sempre que ele quiser. Com o tempo, ele faz seu próprio horário;

- Até os 6 meses de vida, dê apenas leite materno ao bebê. Ele não precisa de água, chás, leites artificiais ou qualquer outro alimento nesse período;

- Após os seis meses, continue amamentando por até dois anos ou mais, e acrescente a dieta complementar ao bebê sob orientação do pediatra e/ou nutricionista.

 

 

 

Fonte: PCR

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!